O Parque Ibirapuera ( em Tupi “madeira podre” ) é o mais importante e famoso parque urbano da cidade de São Paulo, Brasil.

Foi inaugurado em 21 de agosto de 1954 para a comemoração do quarto centenário da cidade e só perde em tamanho para o Parque do Carmo, localizado em Itaquera.

Parque do Ibirapuera

A região alagadiça ( Ibirapuera (ypi-ra-ouêra) significa “pau podre ou árvore apodrecida” em língua tupi; “ibirá”, árvore, “puera”, o que já foi ) que havia sido parte de uma aldeia indígena na época da colonização, era até então uma área de chácaras e pastagens.

Já na década de 1920, o então prefeito da cidade – José Pires do Rio – idealizou a transformação daquela área em um parque semelhante aos existentes na Europa e Estados Unidos da América, como o Bois de Boulogne em Paris, o Hyde Park em Londres ou o Central Park em Nova Iorque.

O obstáculo representado pelo terreno alagadiço, no entanto, frustrou a ideia, até que um funcionário da prefeitura, Manuel Lopes de Oliveira, conhecido como Manequinho Lopes, apaixonado por plantas, iniciou em 1927 o plantio de centenas de eucaliptos australianos, cujo objetivo era a drenagem do solo e a eliminação do excesso de umidade.

Finalmente, em 1951, o então governador Lucas Nogueira Garcez institui uma comissão mista – composta por representantes dos poderes públicos e da iniciativa privada – para que o Parque do Ibirapuera se tornasse o marco das comemorações do IV Centenário da cidade.

Coube ao arquiteto Oscar Niemeyer a responsabilidade pelo projeto arquitetônico e a Roberto Burle Marx, o projeto paisagístico ( embora este nunca tenha sido executado ), sendo, no entanto, construído o projeto do engenheiro agrônomo Otávio Augusto Teixeira Mendes.

Três anos depois, no entanto, o aniversário da cidade, em 25 de janeiro de 1954, não pode contar com a inauguração do Parque do Ibirapuera, que só ficaria concluído sete meses depois.

A inauguração em agosto, contou com 640 estandes montados por treze estados e dezenove países, merecendo destaque a construção, pelo Japão, de uma réplica do Palácio Katura, ainda hoje atração do Parque do Ibirapuera e conhecida como Pavilhão Japonês.

Desde 1999, a Sabesp – empresa de saneamento paulista, instalou uma estação de flotação, garantindo a qualidade das águas dos lagos que compõem o Parque do Ibirapuera.

Parque Ibirapuera Programação

Para saber tudo que acontece no parque mais famoso de São Paulo, acesse o site oficial do Parque Ibirapuera abaixo.

Parque Ibirapuera Estacionamento

Desde 2006 todas as vagas do Parque Ibirapuera são Zona Azul. O espaço é administrado pela CET seguindo o padrão Zona Azul.

Sim é pago como em qualquer canto movimentado da cidade e o motorista não pode ficar parado na mesma vaga a tarde toda.

Se não fosse assim, a prefeitura não teria como estimular a rotatividade e ninguém nunca encontraria vaga. Logo, as recomendamos é de que o cidadão venha a pé, bicicleta ou transporte público.

Zona Azul é diferente no Parque Ibirapuera veja:

Entenda como funciona o cartão Zona Azul que é o mesmo que se usa em toda a cidade, mas com tempo de permanência ampliado.

  • 1 cartão de 1 hora vale por 2 horas;
  • 2 cartões de 1 hora valem por 4 horas.

As outras regras permanecem idênticas:

  • ao final do período de estacionamento, não basta trocar o cartão. É preciso também mudar de vaga.

Parque Ibirapuera Portão 3

O portão 3 do Parque Ibirapuera é um dos mais acessados por estar localizado na Avenida Pedro Álvares Cabral conhecida como a entrada principal do Parque, esse portão da acesso a pedestres e a carros.

Conjunto Arquitetônico

Além do Pavilhão Japonês, outras construções da época da inauguração fazem parte hoje do conjunto arquitetônico do Parque do Ibirapuera:

• O Palácio das Indústrias, hoje Pavilhão Cicillo Matarazzo, ou apenas Pavilhão da Bienal, atual sede da Bienal de São Paulo.

• O Palácio das Nações, conhecido como Pavilhão Manuel da Nóbrega, que foi sede da Prefeitura até 1992 e hoje abriga o Museu Afro Brasil;

• O Palácio das Exposições também chamado de Pavilhão Lucas Nogueira Garcez ou apenas Oca – antiga sede do Museu da Aeronáutica e do Museu do Folclore;

• O Palácio dos Estados – atual Pavilhão Engenheiro Armando de Arruda Pereira, antiga sede da PRODAM (Empresa de Tecnologia da Informação e Comunicação do Município de São Paulo);

• O Palácio da Agricultura – antiga sede do DETRAN (Departamento de Trânsito) e que foi construído inicialmente para abrigar a Secretaria da Agricultura, e hoje sede do Museu de Arte Contemporânea – MAC – USP;

• A Grande Marquise – local onde está situado o Museu de Arte Moderna – MAM;

• O Ginásio de Esportes;

• O Velódromo ( o primeiro existente no país ) e o conjunto de lagos;

• O Obelisco do Ibirapuera, símbolo da Revolução Constitucionalista de 1932, o monumento de 72 metros de altura é também mausoléu dos estudantes M.M.D.C;

• O Monumento às Bandeiras, monumento em homenagem aos bandeirantes;

• O Viveiro Manequinho Lopes;

• O Planetário e a Escola Municipal de Astrofísica;

A última construção concluída no Parque do Ibirapuera foi o Auditório Ibirapuera ( inaugurado em 2005 ), edificação que constava nos planos iniciais do arquiteto, mas que não havia sido executada.

Antes do auditório, concluiu-se o Monumento a Pedro Álvares Cabral, de Pedro Morrone, por ocasião dos 500 anos do Descobrimento do Brasil. A peça possui 5 metros em bronze, e seu pedestal em mármore mede 2 m x 1,80 m x 1,84 m.

Próximo ao parque também se encontra o Modelódromo do Ibirapuera que é o ponto de encontro oficial dos colecionadores, competidores, montadores e apreciadores de miniaturas de aviões, navios, helicópteros, carros e trens.

Horário de Funcionamento Parque Ibirapuera

  • Todos os dias das 5h à 0h ( funciona 24h de Sáb para Dom )
  • Os horários podem ser alterados sem aviso. Consulte o local para confirmar.

Endereço e Telefone Parque Ibirapuera em Moema

  • Av. Pedro Álvares Cabral, Moema – São Paulo – SP
  • Telefone: (11) 5574-5045

Outras Informações e Site

Street View Parque Ibirapuera

Mapa de localização