Itaú Cultural assumirá gestão do Auditório do Ibirapuera por 5 anos

O Itaú Cultural assumirá a gestão do Auditório Ibirapuera em parceria com a Secretaria Municipal da Cultura. A instituição foi a única a apresentar proposta no edital lançado pela prefeitura.

O resultado foi publicado ontem no “Diário Oficial”. A parceria deve ser homologada nos próximos dias.

O edital foi aberto depois que a Oscip (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público) Instituto Auditório Ibirapuera (IAI), que administrava o espaço desde dezembro de 2004, solicitou a rescisão contratual.

“Entendemos que auditório tem potencial para muito mais do que estávamos conseguindo cumprir”, disse Mário Cohen, presidente do (IAI). Ele diz ter procurado o secretário Carlos Augusto Calil em busca de uma solução.





O Auditório Ibirapuera vivia uma crise de recursos desde a perda do patrocínio da TIM, em fevereiro de 2010. Em junho do ano passado, o Ministério da Cultura anunciou que investiria R$ 10 milhões no espaço, dos quais só uma parte foi liberada.

O Itaú se compromete a utilizar recursos que não vêm de incentivo fiscal. Ainda não se sabe o montante exato que será destinado ao auditório. O orçamento do Itaú Cultural, sem inclusão deste, é de R$ 45 milhões anuais.

O contrato prevê a gestão conjunta por cinco anos. O nome Auditório Ibirapuera permanece inalterado.

Na proposta, o Itaú Cultural se comprometeu a reduzir o preço dos ingressos e promover eventos gratuitos.

A programação de 2011 permanece inalterada. Em 2012, haverá novos projetos.

Fonte: Folha.com





Deixe seu comentário