Parque do Ibirapuera recebe palestras sobre segurança alimentar e mudanças climáticas

Na teia da vida, quando nos alimentamos estamos alimentando a nós mesmos e, também, comportamentos coletivos, que têm impacto para os diferentes grupos da família humana, para outros viventes e para o Planeta como sistema. Somos, atualmente, sete bilhões de pessoas na Terra, numa pequena esfera no Universo, com recursos finitos. Como bem reflete a Carta da Terra, “estamos diante de um momento crítico na história da Terra, numa época em que a humanidade deve escolher o seu futuro. À medida que o mundo torna-se cada vez mais interdependente e frágil, o futuro enfrenta, ao mesmo tempo, grandes perigos e grandes promessas”.

Parte da humanidade tem, neste século 21, acesso a alimentos produzidos em todos os cantos do Planeta. Outros sofrem a escassez extrema. No entanto, a alimentação adequada é direito fundamental do ser humano e, mesmo nesse cenário de desigualdade de acesso, somos uma comunidade terrestre com um destino comum. Tanto na dimensão das políticas públicas de segurança alimentar e nutricional, como na dimensão dos comportamentos individuais e dos grupos sociais, é preciso vincular a reflexão sobre o assunto e as decisões sobre o acesso ao alimento com a adequação da alimentação, o que envolve todo o sistema alimentar, desde as formas de produção até as compras de alimentos, facilitando e incentivando escolhas alimentares saudáveis. É importante refletir sobre as formas de produção de alimentos no Brasil em um contexto global de crise de alimentos, mas a partir de um novo paradigma, que relacione a segurança alimentar à preservação da biodiversidade e ao uso racional dos recursos naturais, e que considere, também, às dimensões éticas e poéticas da alimentação.

Palestra – Alimento Saudável em um Meio Ambiente Saudável

A importância da preservação da biodiversidade na proteção da Natureza e na saúde humana. Só é possível produzir um alimento saudável em um meio ambiente saudável; não é possível ser saudável sozinho.

Palestrante – Vitor Otavio Lucato
Dia e horário – 1º de junho, das 9h30 às 12h.
Local: Escola Municipal de Astrofísica – Parque Ibirapuera – Av. Pedro Álvares Cabral, s/nº, Pq. Ibirapuera (portão 10 somente para pedestres; portão 3 estacionamento Zona Azul) – Moema

Palestra – Alimentação Sustentável

A alimentação é um dos elementos chaves de nosso bem estar. Simplificando nossa alimentação e fazendo amplo uso de elementos vivos, despoluímos nosso organismo e despertamos nossa intuição, que nos guia para maior vitalidade, equilíbrio e alegria de viver.

Palestrante – Denise Haddad
Dia e horário – 4 de junho, das 9h30 às 12h.
Local: Escola Municipal de Astrofísica – Parque Ibirapuera – Av. Pedro Álvares Cabral, s/nº, Pq. Ibirapuera (portão 10 somente para pedestres; portão 3 estacionamento Zona Azul).

Palestra – Sustentável é comer bem! Hum… comida de verdade, produzida com amor, cheirosa e gostosa!

No mundo atual, com tantas ofertas e possibilidades, coisas triviais, como nossas escolhas alimentares, se transformaram em dilemas. Entretanto, hoje sabemos que o simples pode nos ajudar a escolher melhor e aquilo que nos traz bem estar e faz bem para nossa saúde, também faz bem para o ambiente em que vivemos e para o Planeta. Assim sendo, a proposta é uma reflexão saborosa sobre o comer, o conviver e o cuidar, temas fundamentais para uma vida com alegria, saúde e prazer de viver.

Palestrante – Maluh Barciotte
Dia e horário – 5 de junho, das 9h30 às 12h.
Local: Escola Municipal de Astrofísica – Parque Ibirapuera – Av. Pedro Álvares Cabral, s/nº, Pq. Ibirapuera (portão 10 somente para pedestres; portão 3 estacionamento Zona Azul).

Palestra – A construção da Política de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável – SAN e a experiência do CRSANS





A evolução histórica do conceito de Segurança Alimentar e Nutricional – SAN e suas dimensões alimentar e nutricional, bem como a importância das ações intersetoriais entre os diversos setores meio ambiente, saúde, educação, agricultura, abastecimento, desenvolvimento e assistência social, para promoção do Direito Humano à Alimentação Adequada.

Palestrante – Solange Cavalcante da Silva Redolfi
Dia e horário – 6 de junho, das 9h30 às 12h.
Local: Escola Municipal de Astrofísica – Parque Ibirapuera – Av. Pedro Álvares Cabral, s/nº, Pq. Ibirapuera (portão 10 somente para pedestres; portão 3 estacionamento Zona Azul).

Palestra – Agricultura animal, meio ambiente e mudanças climáticas

A produção de alimentos, particularmente a criação de animais para consumo, exerce e sofre grande influência das mudanças climáticas. Será discutido como essa influência se dá, em que aspectos os impactos são mais significativos e quais as principais ações que se pode tomar a fim de mitigar a contribuição da produção de alimentos para o efeito estufa e a degradação ambiental.

Palestrante – Guilherme Carvalho
Dia e horário – 4 de junho, das 14h às 17h.
Local – Parque Jardim da Luz – Rua Ribeiro de Lima, s/n – Bom Retiro.

Palestra – Alimentação e Arte: história e poesia

Como necessidade básica para viver, a alimentação e a comida sempre acompanharam o homem na história, se ligando de modo tão íntimo à nossa subsistência. Como todas as artes, a culinária é dinâmica e segue a evolução do seu tempo, produto da inteligência humana, de acordo com diversos aspectos como a geografia, época, economia, clima, abundância ou escassez. Produções artísticas no campo da alimentação podem proporcionar a aproximação da arte e sustentabilidade e propor o resgate do que nos faz humanos, nos encanta e integra como parte do universo.

Palestrante – Suely Feldman Bassi

Dia e horário – 5 de junho, das 14h às 17h.
Local – Parque Jardim da Luz – Rua Ribeiro de Lima, s/n – Guia do Bom Retiro.

Lançamento do Guia Permacultura (versão digital)

A Universidade Aberta de Meio Ambiente e Cultura de Paz (Umapaz) lança no dia 6 de junho o Guia de Permacultura para Administradores de Parques, versão digital. O guia é resultado de trabalho voluntário e colaborativo e apresenta algumas técnicas de construção, gestão e manutenção de parques, com tecnologia disponível, que possibilite desenhar modelos sustentáveis, econômicos e facilmente replicáveis.

A Permacultura é um conjunto de princípios éticos, socioeconômicos e ambientais testados e aplicados para o desenvolvimento de ambientes humanos sustentáveis. Tem sua origem na Austrália, na década de 1970, buscando inicialmente métodos de produção agrícola com baixo impacto ambiental, reestruturação de solo e florestas.

Aplicar seus princípios, metodologia de desenho, planejamento e potencialização dos fluxos nos sistemas de preservação e manutenção dos ecossistemas propicia a diversidade, a estabilidade e a resiliência natural. Desenvolve espaços construídos com recursos locais, com reaproveitamento ou reuso, observa e imita os sistemas e ciclos da natureza e capta o máximo de sua energia proveniente de fontes renováveis e limpas, além de promover ações cooperativas e fortalecimento de comunidades solidárias.

Dia e horário – dia 06 de junho, das 9h às 12h.
Local – Parque Jardim da Luz – Rua Ribeiro de Lima, s/n – Bom Retiro.

Serviço

Parques abrigam programação variada no mês do meio ambiente
Informações:
 3396-3076/3078
Links: SVMA prefeitura.sp.gov.br/mesdomeioambiente
Virada Sustentável viradasustentavel.com

Fonte: Prefeitura de São Paulo





Deixe seu comentário