Parque Ibirapuera receberá nova iluminação, mais moderna e econômica

O Parque do Ibirapuera, um dos símbolos de São Paulo, será beneficiado com novo sistema de iluminação pública, mais moderno, econômico e ambientalmente correto, que ressaltará o valor histórico do local para a Cidade. A Prefeitura está reformulando toda a iluminação do parque, com investimento de R$ 4,6 milhões.

A iniciativa é da Secretaria de Serviços, por meio do Departamento de Iluminação Pública (Ilume), em parceria com a AES Eletropaulo. O projeto procura destacar a importância da redução do consumo de energia, um dos temas da C40 São Paulo Summit, reunião internacional de prefeitos que apresenta programas de combate à mudança climática e será realizada na Capital entre os dias 31 de maio e 3 de junho.

A proposta prevê a utilização de diferentes tipos de iluminação, uma específica feita por lâmpadas de LED e outra por lâmpadas de vapor metálico. Ao todo, serão 849 novas luminárias usando a tecnologia das lâmpadas LED de 113W, em substituição a outras 291 luminárias que utilizam lâmpadas de vapor de mercúrio e vapor de sódio. Além disso, serão trocadas mais de 800 lâmpadas por unidades de vapor metálico.





As lâmpadas de LED estão sendo instaladas nas ruas internas do parque, enquanto as lâmpadas de vapor metálico serão colocadas nas áreas dos jardins e estacionamento. Os postes instalados e a altura das luminárias também passam por mudanças e foram reduzidos a cinco metros para que as copas das árvores não interfiram na incidência de luz das lâmpadas.

Benefícios

A utilização da tecnologia LED no projeto de revitalização da iluminação do Ibirapuera proporcionará economia de energia de 20%, além de garantir uma vida útil mais longa, reduzindo a manutenção do sistema de iluminação. Já a lâmpada de vapor metálico possibilita distribuição de luz mais uniforme, evitando a utilização de uma quantidade maior de lâmpadas para obter o mesmo resultado.

Com a utilização das lâmpadas LEDs, que emitem luz branca, o índice de reprodução de cores aumentará 350%, permitindo  melhor realce das cores naturais do parque e proporcionando um ambiente mais confortável aos freqüentadores do local.

Fonte: Prefeitura de São Paulo





Deixe seu comentário