Protesto ‘milionárias de bike’ defende ciclofaixa em Moema

Ciclistas e defensores da ciclofaixa em guia Moema, bairro nobre da Zona Sul de São Paulo, realizaram na tarde deste sábado (19) um protesto para defender a manutenção da via dedicada às bicicletas. Chamada “milionárias de bike”, a ação ocorreu no cruzamento da Avenida Rouxinol com a Rua Tuim. A briga é com comerciantes e uma parte dos moradores da região, que não querem a ciclofaixa no bairro.

Como forma de protesto, algumas ciclistas pedalaram de salto alto. O termo “milionárias de bike” surgiu depois que uma comerciante de Moema, em entrevista, reclamou da rota para as bicicletas, questionando como suas “clientes milionárias” fariam para estacionar seus carros importados. “Você acha que minhas clientes vão andar de salto alto de bicicleta?”, argumentou, no início do mês.





Em 5 de novembro, primeiro dia de funcionamento da ciclofaixa permanente em Moema, houve problemas. Carros que não sabiam do que se tratava a faixa vermelha pintada no chão estacionaram sobre a via de bicicletas, impedindo a passagem dos ciclistas.

A via exclusiva para as bicicletas tem 3,3 km e segue ao longo das avenidas Iraí, Pavão, Rouxinol e Aratãs, além da Rua Araguari.

Em muitos trechos, a inclinação da via faz com que se acumule sobre a faixa especial água e areia.

Em outros pontos o asfalto está rachado, dificultando a passagem dos ciclistas. Até uma caçamba de entulho foi encontrada no caminho.

No protesto deste sábado, houve até bate-boca entre os ciclistas e moradores da região. A principal reclamação dos motoristas é a falta de vagas. O fim do ato foi brindado com champagne.

Fonte: G1





Deixe seu comentário